fbpx
Start typing and press
Enter to search

Maratona MMX 2018

Entre os dias 07 e 08 de dezembro aconteceu, no Park Shopping Canoas, a Maratona MMX. O evento, que é uma evolução da Maratona Mude, é promovido pela Abicalçados e trouxe uma nova perspectiva em relação a inovação, tecnologia e negócios de moda e design, com uma série de oficinas, palestras, exposições e intervenções, além da já tradicional Batalha Criativa. Nossa equipe esteve presente acompanhando tudo o que rolou por lá! Confira!

Entre as palestras do primeiro dia, Gianne Brocco, especialista em Biomimética, falou sobre como se inspirar na natureza pra solucionar problemas e criar produtos inovadores. Em seguida, Lisieux Pereira, embaixadora do movimento Fashion Revolution, trouxe a importância crescente da ética, da transparência e da sustentabilidade na moda. Vitorino Campos falou sobre sua experiência a frente de sua marca e da Animale, ressaltando a importância do trabalho colaborativo. Em seguida, Eduardo Zilles Borba, abordou a realidade virtual e aumentada, e como elas podem auxiliar as empresas na construção de experiências multissensoriais. Alexandra Farah, colunista de tecnologia da Vogue, trouxe os wearables e ressaltou o quanto a sustentabilidade é importante para inovação.

Já entre as apresentações de cases de marca, estavam presentes Amuleto de Pano, Vitória Cuervo, Roupa Livre, Ponto Firme e Realidade virtual na prática (PlanXp). Além disso, houve um painel de discussão sobre moda sem gênero, mediano pela professora Marina S. Cezar e com a participação de Aline Fenker, da Nastra Shoes, e de Rodrigo Kronbauer, da Sueka.


Painel Moda sem gênero | Case Ponto Firme

O segundo dia começou com a palestra de Camila Luconi Viana sobre o Sistema B, mecanismo de certificação de boas práticas ambientais, e em seguida com o professor Fabiano Nunes falando sobre a logística reversa e seus ganhos ambientais e econômicos. Denis Pineda, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Universal Robots, trouxe uma apresentação sobre robôs colaborativos, e Alan Pirre, diretor comercial da Farfetch, discorreu sobre o case da plataforma de market place de luxo. 

Insecta Shoes, Revoada e Galpão Makers, foram os cases de marca apresentados no sábado. E o painel de discussão falou sobre transformação digital, com Arezzo e Gerdau.  


Case Insecta Shoes | Denis Pineda

Durante os dois dias, o evento também contou com o Hackathon e a Batalha Criativa, em que as equipes premiadas receberam 12 mil reais cada e cursos individuais na WTF! School. No primeiro, os makers tiveram 24 horas para desenvolver protótipos com novas soluções para a indústria calçadista. Composta por Fabiano Henrique Petry, Jonathan Pablo de Oliveira, Pedro Henrique Pires e Sérgio Ricardo Oliveira de Andrade, a equipe vencedora apresentou um game embarcado em um tênis infantil, com o objetivo de combater o sedentarismo. 

Na Batalha Criativa, as quatro equipes também tiveram 24 horas para desenvolver o conceito de uma marca com três protótipos de calçados. A equipe de jurados contou com a participação da Use Fashion, com a nossa editora Raquel Leão, e mais profissionais da moda entre professores, jornalistas e influencers, como Júlio Rossi, Roberta Pschichholz, Joeline Lopes e Caroline Trentz. O prêmio ficou com a equipe rosa, composta por Nicoli Bautitz, Bruna Vanessa Teixeira, Luiz Fernando Lottermann Junior e Sadi Roque Teixeira. Eles desenvolveram três protótipos de calçados femininos que, por meio de um aplicativo de smartphone, facilita a economia circular com a logística reversa. Os modelos utilizaram materiais como couro curtido com taninos, cepa de madeira proveniente de reflorestamento, solado de borracha reciclada e tintas à base d’água.


Hakckathon | Batalha Criativa

Imagens: Use Fashion e Divulgação.

Deixe uma resposta