Calendário da Moda — Saiba as Melhores Datas Para Sua Próxima Coleção

Conhecer e entender o calendário da moda é primordial para qualquer um que queira ter sucesso no mercado. Se você trabalha com coleções e quer saber quais são as melhores datas para seus lançamentos, confira o que a Use Fashion preparou para você! 

Como surgiu o calendário da moda?

O calendário da moda tradicional foi criado por Charles-Frédérick Worth, o pioneiro da alta-costura, em 1857, vendendo peças de roupas prontas. Foi a partir daí que ele passou a criar as roupas por estações do ano, sempre apresentadas por modelos. 

Em 1943 aconteceu a primeira semana da moda do mundo, chamada de Press Week. Foi uma criação da jornalista Eleanor Lambert, cujo objetivo era mostrar as coleções parisienses para quem não pôde viajar até a capital francesa depois da Segunda Guerra Mundial. 

O sucesso foi tão grande que as semanas de moda acontecem até hoje. Mas mesmo com os desfiles ainda valorizados  ao redor do mundo, a maneira de usar o calendário da moda para criar coleções passou a ir muito além das estações e eventos sazonais. 

Por isso, não há uma data exata que seja boa para fazer sua coleção,. O que importa, agora, é como ela será criada atendendo e como atenderá a essa nova forma de consumo. r. Podemos citar como exemplo as coleções cruise e a tendência do see now, buy now.

Como o calendário da moda funciona hoje?

O calendário da moda sempre foi dividido em duas etapas: Primavera/Verão e Outono/Inverno, apresentados nas semanas de moda um semestre antes da estação determinada chegar. Essa é a maneira tradicional de se apresentar uma nova coleção.

Porém, em um cenário cada vez mais  imediatista, é inimaginável que uma coleção apresentada esteja disponível para consumo apenas seis meses depois. Portanto, ao criá-la, tanto o estilista quanto os fornecedores e revendedores precisam focar em disponibilizar os produtos apresentados o quanto antes para o consumidor final. 

Isso porque, além de imediatistas, eles se desinteressam rápido e logo procuram algo novo outra vez. O see now, buy now, vem exatamente desse desejo!. Quando ele acontece, as peças que foram apresentadas em um desfile entram para venda logo após a coleção ser mostrada. 

Além disso, o consumidor está cada vez mais criativo e antenado, o que demanda coleções fora da caixa. As coleções cruise vem daí. Elas são coleções de meia-estação, ou intermediárias.

Ou seja, não são nem Outono/Inverno, nem Primavera/Verão, e suprem as necessidades específicas dos compradores nesse meio tempo. 

Gostou de aprender um pouco mais sobre o calendário da moda? Se você quer entender mais sobre as tendências do Brasil e do mundo e aprender a inseri-las em suas coleções, confira o blog da Use Fashion!